Psiquiatra especialista em dependência química

Psiquiatra especialista em dependência química

Psiquiatra especialista em dependência química

A Psiquiatria é uma das especialidades da medicina que consiste basicamente no diagnóstico e tratamento dos transtornos da mente humana, assim o psiquiatra especialista em dependência química é uma das modalidades do campo da psiquiatria que auxilia no tratamento da drogadição e alcoolismo.

Entre as doenças mentais que são diagnosticadas e tratadas por esses especialistas estão: depressão, síndrome do pânico, TAG, TAB, demência, TOC, dependência química e transtornos de personalidades como o de borderline e anti social.

A função básica dos médicos psiquiatras é o bem estar psíquico e alívio do sofrimento causado por esses transtornos. Assim, o médico psiquiatra, através de consultas, realiza o diagnóstico do tipo de comorbidade que o paciente possui e realiza o tratamento medicamentoso para aliviar os sintomas e melhorar o quadro psíquico.

  • Quem passa no psiquiatra?

Não existe uma faixa etária definida por essa modalidade. Crianças, pré-adolescentes, adolescentes, adultos e idosos podem realizar consulta com esse profissional para terem maior qualidade de vida.

  • Pessoas que têm comorbidades usam drogas?

Pessoas que sofrem de esquizofrenia, TAG, TAB e TOC, tendem a encontrar na substância psicoativa o refúgio para a sensação desconfortável que essas doenças desencadeiam. Infelizmente o mal estar pode passar apenas momentaneamente, porém após a droga ser eliminada pelo organismo, a pessoa pode ter sintomas ainda piores, além de agregar outra doença, a dependência química.

  • Pessoas que usam drogas podem ter comorbidades?

Pessoas que fazem o uso de drogas também podem alterar os processos químicos do cérebro ao ponto de desenvolverem depressão crônica, distimia, transtorno de ansiedade generalizada e bipolaridade. É um ciclo sem fim, um alimentando o outro.

Quando devo procurar um psiquiatra especialista em dependência química?

Normalmente quando a família descobre que a pessoa está usando drogas, recorrer a um psiquiatra especialista em dependência química é o melhor a fazer. Seja na rede pública ou privada de saúde, é importante que se recorra a esse profissional já de imediato. A dependência química é uma doença ardilosa, evolutiva e fatal. E que se não tratada, torna-se um problema social.

  • Como ele faz o diagnóstico?

Em consulta, o médico realiza um conjunto de perguntas para o paciente e cruza os dados. Assim, é importantíssimo que o paciente seja o mais sincero possível e verdadeiro. Pois como se trata de transtornos da mente, nunca o diagnóstico é preciso de imediato. Há casos em que o paciente, em diversas consultas, toma diferentes recursos medicamentosos até a assertividade acontecer.

  • Como é realizado o tratamento?

O tratamento é realizado via tratamento medicamentoso. Dependendo do tipo de comorbidade identificada, é receitado um conjunto de recursos medicamentosos e sugerido o acompanhamento. Como as medicações influenciam no comportamento do indivíduo é sempre sugerido um retorno do paciente para uma pós avaliação do quadro.

Faço o tratamento de drogas com psiquiatra mas não consigo parar de usar!

Por mais que se recorra a um psiquiatra especialista em dependência química não significa que o médico será a salvação da pessoa que faz o uso de substâncias psicoativas. Assim como as clínicas de recuperação não garantem recuperação efetiva, já que em 90 por cento dos casos a iniciativa tem que ser do paciente.

Um bom exemplo é quando uma pessoa quebra o braço. Por mais que ela coloque ataduras, ou faça uma cirurgia para se recuperar, se ela não fizer a sua parte no pós-operatório e repousar, nunca terá uma recuperação efetiva.

O mesmo vale para o campo da drogadição e alcoolismo, já que o psiquiatra faz a sua parte receitando as medicações que auxiliam no procedimento de fissura e amenizam o quadro de abstinência. Contudo, o paciente tem que fazer a sua parte e não usar a substância.

A clínica de recuperação não cura ninguém!

As unidades de tratamento intensivo estão disponíveis por conta de pessoas que não conseguem se distanciar do uso compulsivo e obsessivo da substância. Assim, por mais que estejam em tratamento medicamentoso não conseguem parar de usar.

Não adianta fazer o tratamento da dependência química com um psiquiatra de dependência de drogas se a pessoa não tiver o comprometimento de parar de usar. O mesmo vale para as clínicas, por mais que a pessoa se interne, ao sair da instituição é preciso foco na recuperação

Saí da clínica, continuo fazendo o tratamento para dependência química com psiquiatra?

Sim! O pós tratamento é muito importante, justamente porque é saindo da clínica e se mantendo limpo que a recuperação acontece. O milagre da recuperação de pacientes dependentes químicos só acontece com 99% de transpiração e 1% de inspiração.

Assim, dizemos que o esforço do paciente em se distanciar de pessoas, lugares que incitam o uso é importante. A mudança de hábito que a clínica proporciona, auxilia na transformação e implementação de uma rotina saudável. Por conta disso é imprescindível mantê-la e ter periodicidade nas consultas com o médico psiquiatra especialista em dependência química.

Psiquiatras conveniados com o Grupo Braços Abertos

Em todas as nossas unidades há um psiquiatra especialista em dependência química conveniado. Assim, quando o paciente dá entrada no procedimento de internação, logo de imediato é realizada a consulta com um médico para proporcionar o alinhamento e direcionamento do tratamento.

Os medicamentos que serão necessários para que o paciente tenha o conforto e amenização do quadro de fissuras, serão receitados já de início. Assim, ao longo da estadia na unidade de tratamento intensivo, o paciente conseguirá organizar o pensamento e tratar dos sentimentos com um psicólogo na unidade.

Ao longo os comportamentos começam a mudar com a terapia cognitivo comportamental aplicada por esses profissionais. Além da rotina da casa de terapias ocupacionais, laborterapia, lazer, e horários para todas as atividades.

Dentro de uma clínica as responsabilidades são trabalhadas com a laborterapia. O paciente tem deveres a cumprir na sua estadia, assim como na vida fora da instituição. É através do cumprimento de tarefas diárias que são liberadas as atividades de lazer, além do mais, como há uma relação de equipe como um todo, os indivíduos devem trabalhar em harmonia e com um bom comportamento.

AUTOR: Renan Rugolo Ré

AUTOR: Renan Rugolo Ré

Analista de Conteúdo | Desenvolvimento SEO on/off page

Artigos Relacionados

Contato

Últimas Notícias

Cidades

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Rolar para cima