O que leva a maconha ao vício

O que leva a maconha ao vício

O que leva a maconha ao vício ainda é amplamente discutido por cientistas em todo o globo. Mas o que não podemos deixar de salientar é que a cannabis é prejudicial para a saúde, seja nos problemas que ela causa no sistema respiratório além da perturbação do sistema nervoso central.

Contudo, com o Grupo Braços Abertos, você pode se inteirar sobre a cannabis, além de entender o tratamento e consequentemente quais medidas eficientes de recuperação, continue a leitura e descubra!

O que é a maconha?

Uma planta que apresenta componentes que são utilizados para fins medicinais e que ao mesmo tempo podem fazer mal à saúde. A Cannabis sativa é considerada uma faca de dois gumes, tanto para a dependência quanto para seus fins medicinais.

Atualmente, a principal forma de consumo da maconha é através de sua inalação, método que faz com que os efeitos da planta cheguem rapidamente no cérebro, atingindo seus níveis máximos no órgão em meia hora.

Além disso, existe outra forma de consumir a planta e sentir o “grau”, fazendo sua ingestão. Bolos, óleos, biscoitos, e até receitas de comidas à base da planta podem ser utilizados atualmente.

Maconha faz mal?

A maconha pode causar danos ao organismo, isso já é comprovado faz tempo. Especialmente quando o usuário faz o uso da substância durante longos períodos e, conjuntamente em doses elevadas.

Classificada como uma substância psicoativa perturbadora do sistema nervoso central, a maconha pode causar alterações a curto e longo prazo no organismo.

Especialmente pessoas que têm predisposição genética para a esquizofrenia, podem ativar ainda cedo o gene fazendo o uso da droga. Além disso, indivíduos que fazem uso já na adolescência podem prejudicar o aprendizado e memória.

Assim, para identificar que alguém ou um adolescente está consumindo maconha, atente-se aos efeitos dela no organismo:

  • distorção do espaço tempo;

  • aumento da frequência cardíaca;

  • aumento no apetite;

  • boca seca;

  • olhos vermelhos;

  • confusão mental;

  • sintomas de psicose;

  • pânico;

  • perda da inibição;

  • perda de capacidade motora;

  • sensação de relaxamento ou euforia;

  • sentidos aguçados e perturbados.

Fumar maconha vicia?

Uma matéria da Superinteressante sobre a maconha aponta que é uma questão bem relativa ao seu consumo, até mesmo para os cientistas. O biomédico e pesquisador do Núcleo de Neurobiologia e Transtornos Psiquiátricos da USP cita que a dependência da cannabis é relativa, e o indivíduo acaba fazendo o seu uso pelo hábito.

Ao mesmo tempo, não há um estudo que comprove a abstinência da maconha, o que remete à questão da dependência química. Atualmente os pesquisadores realizam diversos estudos sobre o que leva a maconha ao vício, continue a leitura para descobrir.

Por exemplo, quanto maior for a abstinência e fissura de uma droga, as chances dela tornar a pessoa escrava do uso é maior, e a cannabis aparentemente não faz com que a pessoa tenha quadros crônicos de abstinência, diferentemente da cocaína e crack.

“Há diferentes níveis de dependência. O vício na maconha, entretanto, é social e individualmente menos danoso do que os de outras drogas e mais fácil de ser enfrentado, ainda que acarrete grande sofrimento, como qualquer transtorno mental grave” – Maurício Fiore, antropólogo entrevistado pela Superinteressante.

Qual é a dose segura do uso da maconha?

Não existem doses seguras do consumo da maconha, nem para outras drogas. Apesar da cannabis ser uma planta em alta atualmente, ela ainda é prejudicial. Principalmente para jovens menores de idade que fazem o seu uso.

Enquanto o cérebro está no processo de maturação é importante salientar que não se deve ingerir substâncias que alterem a sua química, por conta disso não há segurança em nenhum consumo de substância nessa fase.

O que leva uma pessoa que fuma maconha a dependência?

O que leva a maconha ao vício ainda não é comprovado, como citamos os especialistas sugerem que o seu uso está relacionado ao hábito de fumá-la.

Por isso, vale salientar que independentemente da idade que se está fumando maconha, os prejuízos psicológicos são grandes, já que ela afeta a memória e o aprendizado.

Como parar de usar maconha?

Para deixar de usar a maconha é fácil, basta você criar uma mudança de hábitos. Ao fazer essa troca de hábitos ruins para saudáveis o seu organismo estará se beneficiando. Como dissemos, a substância é inalada e não estão apenas envolvidos danos na memória e capacidade de raciocínio.

Há também prejuízos no sistema respiratório, já que a planta ao fumada, vai direto para os pulmões. Então há um comprometimento do sistema respiratório envolvido.

Além disso, pacientes que se consideram dependentes e que precisam largar do uso, podem buscar um médico para realizar o tratamento contra a dependência de maconha. Além disso, fazer um acompanhamento psicológico com psicoterapia, pode ajudar consideravelmente no processo de abandono do uso.

Quais são os tratamentos para a maconha?

Os tratamentos são a base de medicamentos que o psiquiatra receita, em conjunto com a psicoterapia para ajudar na fissura, e mudanças de hábitos.

Além disso, existem outros recursos terapêuticos mais incisivos que podem contribuir para o tratamento para a maconha no curto e longo prazo, como por exemplo a internação em clínicas de recuperação.

Grupo Braços Abertos no tratamento para a cannabis

O Grupo Braços Abertos – Reabilitação Humana, é especializado no tratamento de dependentes químicos e alcoólatras.

Possuímos mais de 10 anos de experiência no segmento de recuperação humana.

Temos resultados comprovados com milhares de pacientes recuperados em todos os sentidos, sendo referência no combate e reabilitação da dependência química e alcoolismo.

Com uma organização especializada no direcionamento e auxílio para internações e tratamentos, auxiliamos familiares e pacientes.

Estamos presentes em várias cidades do Brasil, atendendo ao público masculino, feminino, idosos e adolescentes, com base no direcionamento em mudanças comportamentais, emocionais, espirituais e físicas.

AUTOR: Renan Rugolo Ré

AUTOR: Renan Rugolo Ré

Analista de Conteúdo | Desenvolvimento SEO on/off page

Artigos Relacionados

Contato

Últimas Notícias

Cidades

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Rolar para cima