O que é dependência emocional e seus malefícios [GUIA]

dependência emocional

Saber o que é a dependência emocional, como o transtorno funciona e como diagnosticá-lo, é a melhor forma para poder ter qualidade de vida. 

É algo comum, mas ao mesmo tempo super limitador na vida de uma pessoa. Em uma relação de codependencia, ambos podem sofrer, mas o codependente sofre mais ainda.

Além isso, dependento do tipo de relação, pode ser que haja um abusador e outro codependente, o que acarreta ainda mais prejuitzos.

Mas como saber se você está em uma relação de codependência? Será que seu parceiro é narcisista? Será que você é um codependente? Quais são os prejuízos que você está sofrendo nessa realação? Como mudar essa história?

Nessa matéria, vamos entender juntos o que é a codependencia, dependência emocional, narcisismo e prejuízos tóxicos desse tipo de realçao. Por isso, continue a leitura e saiba tudo sobre o que é a dependência emocional e como tratá-la!

Boa Leitura ????

O que é a dependência emocional?

A dependência emocional é um estado psicológico em que um indivíduo sente uma necessidade excessiva e compulsiva de agradar outra pessoa e tem um medo intenso de perder o amor ou a aprovação dessa pessoa. 

Dessa forma, essa dependência pode ser tão intensa que prejudica a autonomia do indivíduo, fazendo com que ele se sinta incapaz de tomar decisões e viver de forma independente. 

Ao passo, a dependência emocional também pode ser chamada de apego emocional excessivo ou codependência.

Um exemplo clássico de dependência emocional pode ser encontrado em um relacionamento romântico. 

Como, por exemplo: uma pessoa pode se sentir constantemente ansiosa sobre o status do relacionamento, procurando sempre a aprovação ou confirmação do parceiro. 

Sendo assim, ela pode ignorar suas próprias necessidades ou sentimentos para agradar o parceiro, mesmo que isso resulte em desconforto ou dano emocional para ela. 

Além disso, também pode ter um medo extremo de ser abandonada pelo parceiro, mesmo que não haja nenhuma indicação real de que isso possa acontecer.

Leia mais conteúdo sobre psicologia e drogas em nosso BLOG

Dependência emocional: quais os malefícios?

A dependência emocional é prejudicial porque impede a pessoa de desenvolver um senso saudável de autonomia e autoestima. 

Ao invés disso, ela coloca todo o valor de si mesma no que a outra pessoa pensa ou sente. Isso pode levar a um ciclo de comportamentos autodestrutivos e a um sentimento constante de insatisfação ou desequilíbrio emocional.

Assim, a dependência emocional pode ter diversos efeitos prejudiciais na vida de uma pessoa. Confira os 8 malefícios da codependencia ou dependência emocional:

Baixa autoestima

Uma pessoa emocionalmente dependente pode ter sua autoestima ligada à opinião de outras pessoas. Ela pode se sentir mal consigo mesma se não tiver a aprovação de uma pessoa em particular.

Relações desequilibradas

A dependência emocional pode levar a um desequilíbrio nas relações. A pessoa dependente pode sacrificar suas próprias necessidades e desejos para agradar a outra pessoa, criando uma dinâmica insalubre.

Ansiedade

A dependência emocional e insegurança levam a uma ansiedade constante. Por isso, a pessoa pode estar sempre preocupada com a perda da pessoa de quem depende, o que pode causar um grande stress.

Isolamento

A codependência pode levar ao isolamento social. A pessoa dependente pode se afastar de amigos e familiares para se concentrar exclusivamente na pessoa de quem depende.

Depressão

A pressão constante para agradar a outra pessoa e o medo de perdê-la pode levar a sentimentos de desespero e depressão.

Perda de identidade

A dependência emocional pode levar a pessoa a perder sua própria identidade. Por começar a definir-se apenas em relação à pessoa de quem depende, acaba perdendo a noção de quem é como indivíduo.

Problemas de saúde física

O estresse e a ansiedade constantes associados à dependência emocional podem ter efeitos negativos na saúde física. 

Isso pode incluir problemas como insônia, dores de cabeça, problemas digestivos e um sistema imunitário enfraquecido.

Desenvolvimento pessoal limitado

Uma pessoa emocionalmente dependente pode ter dificuldade em crescer e desenvolver-se como indivíduo. 

Já que pode estar sempre focada em agradar a outra pessoa, em vez de se concentrar em seus próprios interesses, objetivos e crescimento pessoal.

Descubra também: um guia completo sobre saúde mental dos LGBTQUIA+

Como diagnosticar uma relação onde há dependência emocional?

Diagnosticar a dependência emocional em um relacionamento pode ser um desafio, pois esse tipo de dependência geralmente é sutil e, muitas vezes, é confundida com amor profundo ou cuidado intenso. 

No entanto, aqui estão 6 sinais que podem indicar a presença de dependência emocional em um relacionamento:

Desequilíbrio de poder

Se uma pessoa se sente inferior ou constantemente precisa da aprovação e confirmação da outra, isso pode ser um sinal de dependência emocional.

Necessidade de constante proximidade

Se um parceiro se sente ansioso, inseguro ou incompleto quando está sozinho e precisa constantemente estar na presença do outro, isso pode indicar dependência emocional.

Medo de abandono

Uma preocupação intensa e contínua de que o parceiro possa abandonar ou rejeitar a pessoa é outro sinal potencial de dependência emocional.

Negligenciando as próprias necessidades

Se um indivíduo está sempre colocando as necessidades e desejos do parceiro acima dos seus próprios, ao ponto de se prejudicar, isso pode ser um sinal de dependência emocional.

Baixa autoestima

A autoestima de uma pessoa emocionalmente dependente está frequentemente vinculada à opinião de seu parceiro. Ela pode se sentir indigna ou insegura sem a aprovação constante do parceiro.

Ciúme excessivo ou possessividade

O ciúme em si não é necessariamente um problema, mas quando se torna excessivo ou obsessivo, pode ser um sinal de dependência emocional.

Sintomas de dependência emocional

Os especialistas dizem que uma pessoa que depende muito dos outros emocionalmente geralmente:

  • Tem medo de ficar sozinha;
  • Acha difícil decidir coisas por conta própria;
  • Faz tudo que a outra pessoa quer;
  • Não se acha bom o suficiente;
  • Se apega demais aos outros;
  • Fica com muito ciúme, que às vezes até pode levar a agressão física;

Super importante: Sintomas da ansiedade que você precisa saber

Quem é o codependente?

Na relação de dependência emocional, a pessoa codependente é aquela que assume o papel de cuidadora e constantemente coloca as necessidades da outra pessoa acima das suas. 

Essa pessoa pode sentir que sua autoestima e bem-estar emocional dependem da aprovação e do bem-estar da pessoa de quem ela cuida. 

Em outras palavras, a pessoa codependente acha que precisa “salvar” a outra pessoa ou “consertar” seus problemas, muitas vezes negligenciando suas próprias necessidades e sentimentos no processo.

Também é importante lembrar que a codependência, assim como a dependência emocional, não é uma relação saudável. 

Ela impede que ambas as partes sejam autônomas e satisfeitas em seus próprios termos. Além disso, essa dinâmica pode ser um sinal de outros problemas subjacentes, como traumas não resolvidos ou questões de saúde mental.

GUIA RÁPIDO SOBRE DEPENDÊNCIA QUIMICA  – Saiba Tudo aqui

Quem sai perdendo numa relação de dependência emocional?

Em uma relação de dependência emocional, todos os envolvidos acabam saindo perdendo

Isso ocorre porque essas relações geralmente não são equilibradas ou saudáveis e podem levar a uma série de problemas emocionais e psicológicos para ambas as partes.

Dessa forma, a pessoa que é emocionalmente dependente geralmente enfrenta ansiedade, medo do abandono, baixa autoestima e pode até mesmo sofrer de depressão. 

Ao mesmo tempo, ela pode se sentir incapaz de tomar decisões ou funcionar sem a presença ou aprovação da outra pessoa.

Para a pessoa do outro lado da relação, geralmente aquela de quem a dependência é formada, a pressão e a responsabilidade de ser o apoio emocional constante podem ser esmagadoras.

Fazendo com que se sinta obrigada a colocar as necessidades da outra pessoa à frente das suas, o que pode levar a sentimentos de ressentimento e esgotamento.

Além disso, a dinâmica da dependência emocional pode impedir ambas as partes de crescer e se desenvolver como indivíduos. 

Isso leva a um ciclo de dependência e codependência, onde nenhum dos parceiros é capaz de expressar plenamente suas necessidades, desejos ou individualidade.

Transtorno Afetivo Bipolar: o que é e como tratar [GUIA]

Narcisismo e dependência emocional: qual a relação?

Narcisismo e dependência emocional

Narcisismo e dependência emocional podem muitas vezes coexistir em um relacionamento, criando um ciclo de comportamento tóxico e prejudicial.

O narcisismo é um transtorno de personalidade no qual a pessoa tem um senso inflado de sua própria importância, uma profunda necessidade de atenção e admiração excessivas, e falta de empatia pelos outros. 

Dessa forma, pessoas narcisistas podem ser muito manipuladores e controladores, o que pode levar a uma relação desequilibrada com um parceiro emocionalmente dependente.

Já a pessoa com dependência emocional, por sua vez, tem um medo intenso de abandono e uma necessidade constante de aprovação e confirmação. Levando à uma submissão a um parceiro narcisista, na tentativa de receber amor e afeto.

Nessa dinâmica, a pessoa dependente emocionalmente pode acabar reforçando o comportamento do narcisista, dando a atenção e a admiração que ele busca. 

Por outro lado, o narcisista pode explorar e manipular o medo do abandono e a necessidade de aprovação do parceiro dependente emocionalmente, perpetuando um ciclo de dependência e abuso emocional.

Essa relação pode ser muito prejudicial para a pessoa dependente emocionalmente, pois o narcisista pode usar o amor e a aprovação como uma forma de controle!

Causando ainda mais dependência emocional. Isso pode levar a um grande dano emocional e psicológico, gerando até mesmo traumas.

TUDO SOBRE ESQUIZOFRENIA: O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TRATAR!

6 tratamentos para a dependência emocional?

Agora que você já saber que dependência emocional é uma condição complexa que geralmente requer ajuda profissional para ser superada.

Por isso, as abordagens de tratamento podem variar dependendo da gravidade da dependência, das circunstâncias individuais e dos problemas subjacentes que possam estar contribuindo para o problema. Aqui estão algumas opções de tratamento:

  1. Terapia individual

 A terapia individual com um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou psiquiatra, pode ser muito útil. 

Esse profissional pode ajudar a pessoa a entender a raiz de sua dependência emocional e a desenvolver estratégias para se tornar mais autônoma e autoconfiante.

  1. Terapia cognitivo-comportamental (TCC)

Este tipo de terapia ajuda as pessoas a identificar e mudar padrões de pensamento e comportamento negativos ou prejudiciais. 

Pode ser especialmente útil para pessoas com dependência emocional, pois elas frequentemente têm pensamentos negativos sobre si mesmas e seus relacionamentos.

  1. Terapia de grupo

Participar de uma terapia de grupo ou de um grupo de apoio para pessoas com dependência emocional pode ser muito útil. Isso pode fornecer um espaço seguro para compartilhar experiências, aprender com os outros e receber apoio.

  1. Autoajuda

 Existem muitos livros e recursos online que podem oferecer conselhos e estratégias para lidar com a dependência emocional. 

Esses recursos podem ser um bom complemento para a terapia, mas geralmente não devem substituir o aconselhamento profissional.

  1. Meditação e Mindfulness

Estas técnicas podem ajudar a pessoa a se conectar com seus próprios sentimentos e necessidades e a desenvolver um maior senso de autoconsciência.

  1. Tratamento de problemas coexistentes

Muitas vezes, a dependência emocional coexiste com outros problemas de saúde mental, como depressão ou ansiedade. 

Nestes casos, tratar esses problemas também pode ser uma parte importante do tratamento da dependência emocional.

Leia também: Depressão e a relação das drogas

Grupo Braços Abertos e dependência emocional

Com o Grupo Braços Abertos, você pode ficar por dentro de tudo que está relacionado a sáude mental, principalmente relacionado a dependência emocional, dependência química e outros.

Nós temos as melhores opções de recursos terapeuticos disponíveis e mais de 150 unidades para atendimento. Fale com nossos representantes agora mesmo e tenha os melhores tratamentos para dependência emocional ou dependência afetiva. Especialistas 24 horas, sete dias por semana. Ligue (11)93744-7594

Grupo Braços Abertos e dependência emocional

AUTOR: Renan Rugolo Ré

AUTOR: Renan Rugolo Ré

Analista de Conteúdo | Desenvolvimento SEO on/off page

Artigos Relacionados

Contato

Últimas Notícias

Cidades

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Rolar para cima