Conheça a Clínica de Recuperação que Aceita Convênio Médico

Clínica de recuperação que aceita convênio médico

Uma das soluções para quem está procurando tratamento contra a dependência química e contra o alcoolismo, é a clínica de recuperação que aceita convênio médico.

Esse transtorno tem se tornado cada dia mais comum, e tem custado muito a vida de pessoas, destruindo seus relacionamentos, inclusive com a família e amigos mais próximos.

Mas ainda há esperança para que um dependente químico ou alcoólatra volte a ter uma vida comum, as clínicas de recuperação existem para ajudar muitas pessoas a superarem qualquer que seja seu vício.

Neste artigo, você vai entender melhor sobre como funciona uma clínica de recuperação que aceita convênio médico e como ela é importante para a vida de pessoas no país e no mundo inteiro.

 

A dependência química e o alcoolismo

Sabemos que o uso de álcool e drogas é comum no Brasil e no mundo, sendo um problema que afeta milhares de famílias no mundo inteiro.

O problema, é que essa dependência é considerada uma doença que age diretamente no psicológico do usuário, fazendo com que ele mude completamente seu jeito de ser e de pensar.

Tanto o alcoolismo quanto a dependência química trazem problemas que podem ser devastadores na vida de uma pessoa. A dependência dessas substâncias faz com que a pessoa perca o controle da própria vida.

Na maioria dos casos, a opção mais viável de intervenção, é a internação, podendo ser feito em uma clínica particular, clínica gratuita ou clínica de recuperação que aceita convênio médico.

A clínica de recuperação que aceita convênio médico facilita o tratamento de muitas pessoas, pois de acordo com seu plano, o tratamento pode ser coberto, ou parte do tratamento.

 

Clínica de reabilitação que aceita plano de saúde

A clínica de recuperação que aceita convênio médico, normalmente é uma clínica particular, que possui uma equipe multiprofissional para lidar com qualquer problema que possa haver com o paciente.

Na clínica, esses profissionais são extremamente necessários para o tratamento, pois quando a pessoa é dependente químico, ela é afetada em várias áreas de sua saúde, como a saúde psicológica, saúde física e saúde emocional.

Para um tratamento ser eficaz, o paciente precisa ser assistido em todos esses aspectos.

Isso, porque o uso do álcool e das drogas, normalmente mexe muito com a forma com que a pessoa se alimenta, com a forma com que a pessoa se relaciona, deixando o usuário em más condições de saúde.

Além disso, os profissionais que atuam nas terapias, que é o principal foco do tratamento, trabalham para que o paciente se recupere emocionalmente e entenda que pode viver sem de forma saudável ser um dependente químico.

 

Por que os pacientes têm dificuldades de aceitar o tratamento?

Muitas pessoas ainda acham que, quando o paciente não aceita o tratamento, significa que ele de fato não quer o tratamento. Mas isso é um erro e um preconceito pela falta de informação.

A dependência “cega” uma pessoa. Sendo assim, quando a pessoa rejeita um tratamento, significa apenas que as drogas e álcool estão tomando o controle de sua vida, fazendo com que a pessoa não consiga tomar suas próprias decisões.

Por isso, um dependente químico nunca deve ser julgado, primeiro, porque já é provado que a dependência é uma doença, segundo porque ele não tem culpa dos efeitos das drogas e de bebidas alcoólicas.

Se você tem um familiar ou uma pessoa muito próxima passando por esse tipo de problema, o que você precisa fazer é conversar e mais do que isso, ouvir o que a pessoa tem a dizer. O apoio é parte fundamental para o dependente.

Dando o devido a apoio, o próximo passo é procurar por ajuda em uma clínica, e se você preferir, uma clínica de recuperação que aceita convênio médico pode ser uma boa opção.

 

Como funciona o tratamento?

Chegando na clínica, a primeira parte do tratamento começa pelo acolhimento. Os pacientes sempre são muito bem recebidos para que eles se sintam confortáveis, afinal, essa será sua “casa” por algumas semanas.

Lá, os pacientes são sempre escutados com muita atenção, pois é disso que eles precisam. As terapias são a parte fundamental do tratamento.

As atividades que os pacientes fazem em grupo também são muito importantes, pois ali, eles recuperam sua capacidade de viver em sociedade.

A troca de experiências entre os pacientes também são muito comuns e ajudam muito nessa interação.

Além disso, a família também tem parte fundamental no tratamento da dependência. O paciente precisa sentir que está sendo apoiado por quem ele mais ama, isso facilita em sua recuperação.

 

Qual a importância do tratamento?

Se você ainda tem dúvidas de como o tratamento contra a dependência química em clínica é importante, você já entender qual é a importância.

Diante de todos os benefícios que uma clínica de recuperação que aceita convênio médico pode oferecer, os principais são os seguintes:

 

  • Recuperação da autoestima da pessoa.
  • Recuperação de sua capacidade de socialização.
  • Recuperação de sua saúde mental.
  • Recuperação de sua saúde física.
  • Recuperação do seu bom relacionamento com a família.
  • Melhor clareza dos motivos que o levaram a ser um dependente químico.
  • Melhor clareza sobre suas decisões.
  • Recuperação de suas responsabilidades afetivas, sociais e profissionais.
  • Melhor controle sobre a dependência.

 

Abstinência: o pior inimigo

Quando uma pessoa resolve entrar em um tratamento para a dependência química, claramente ela quer, com todas as suas forças, voltar a ter uma vida comum.

Porém, a dependência química é uma doença muito delicada e provoca sintomas que na maioria das vezes são quase impossíveis de ser controlados. Um deles, é a abstinência.

A abstinência é um dos piores inimigos na luta contra a dependência química, e essa é mais uma importância de o tratamento ser feito em uma clínica com profissionais que irão saber exatamente dar toda ajuda necessária.

Conclusão

Toda vida importa, principalmente a sua. Não deixe de procurar tratamento, não deixe a dependência destruir seus sonhos e os de sua família.

Se você possui um plano de saúde, procure por um tratamento em uma clínica de recuperação que aceita convênio médico.