Como o dependente químico é visto pela sociedade

Como o dependente químico é visto pela sociedade

Como o dependente químico é visto pela sociedade

As drogas são um fator preponderante para que as pessoas fiquem excluídas do contexto que se inserem, contudo, como o dependente químico é visto pela sociedade e porque ele é marginalizado pela mesma? Não só a dependência química exclui o indivíduo, porém as pessoas que são usuárias de drogas normalmente estão a um passo de se tornarem invisíveis perante a sociedade.

Nós sabemos que no Brasil, existe uma exclusão grande quando se trata de um fator preponderante, a renda. Quanto mais pobre ou miserável a pessoa está, mais ela se torna invisível perante os olhos da sociedade. É uma triste realidade, mas infelizmente, é real. Além do mais, as pessoas que fazem uso de drogas ao ponto de saírem de suas casas para as ruas, agravam ainda mais a sua situação por conta da falta de credibilidade.

Uma coisa é a pessoa perder tudo, e ir para a amargura da rua por conta da falta de oportunidades, outra coisa é ir para a rua por ter transformado a vida dentro de casa insustentável. Assim, o drama vivido pelos usuários de drogas é uma realidade difícil, porém mutável.

A sociedade vê com maus olhos as pessoas que são dependentes químicas, contudo o agravante pior é dos usuários em situação de rua e marginalizados. Já os que possuem algum tipo de posse, são considerados adictos ou doentes, mas ainda sim são vistos de modo penoso pela sociedade em que vivemos.

Com a mesma doença mas com oportunidades e rendas diferentes, os usuários de drogas marginalizados e em situação de rua são invisíveis perante os olhos da sociedade, enquanto aqueles que também são dependentes mas possuem um lar ou dinheiro, são apenas pessoas doentes.

Por que o dependente químico é marginalizado?

As drogas não são boas para a saúde física e mental, mas sabemos que cobram um alto preço da pessoa adicta, deste modo, porque o dependente químico é marginalizado pelos entorpecentes? O que faz com que uma pessoa que está na rua possa perder a chance de se tornar alguém digno de credibilidade?

Tudo começa aos poucos, lentamente. Não é de uma hora para outra que o dependente químico adquire esse status social. Normalmente as pessoas começam a usar pouco, e lentamente vão aumentando as doses e consequentemente a frequência no uso das substâncias. Deste modo, usuários de drogas se tornam efetivamente dependentes da substância, onde ficar sem a mesma é insustentável.

O que significa ser marginalizado?

Por definição no Dicionário: o indivíduo mais ou menos improdutivo, indigente, subempregado ou que como trabalhador, amparado pela legislação, não tem condições de manter família, vivendo à margem da sociedade, assim, é considerado marginalizado.

Viver à margem da sociedade é um exemplo clássico em que as pessoas que estão em situação lastimável se encontram. Com a COVID-19 e a crise nacional, milhões estão nas ruas, à mercê, à margem social. A realidade dura das ruas não foi uma escolha para essa parcela da população, contudo para os que usaram drogas ilícitas como a cocaína e crack, foi um resultado.

Por que as drogas levam uma pessoa a marginalização social?

Sem credibilidade, mentiroso, ardiloso, bandido, noiado, drogado e outros adjetivos negativos destacam como o dependente químico é visto pela sociedade. Além disso, o que leva uma pessoa a marginalização social por conta das drogas?

As drogas mais comuns que fazem com que as famílias enfrentem sérios problemas são: álcool, cocaína e o crack. Essas substâncias transformam o lar em um verdadeiro inferno, onde a convivência é insuportável. Assim, ou esses indivíduos saem de suas casas por conta própria para usar, ou literalmente são expulsos. Tudo por uma questão simples, a permuta da vida pela droga.

A realidade de como a sociedade enxerga um dependente químico

As pessoas que foram para a rua por conta das drogas, são mal vistas. Como já trocaram suas vidas pelo uso da substância, esses indivíduos passam pelo por cima de seu próprio caráter para continuar a usar as substâncias psicoativas. Como resultado é possível que usuários de drogas roubem, assaltem, se prostituam e se aliem ao tráfico, justamente para conseguir recursos para usar.

Assim, a sociedade que já convive há anos com essas pessoas, sabe muito bem como lidar com tudo isso, excluindo a pessoa, marginalizando-a. Deste modo, a realidade mais pura de como a sociedade enxerga o dependente químico é como uma pessoa sem credibilidade e incapaz de construir algo.

Mudando a visão de como a sociedade o enxerga através do esporte

Uma matéria do Globo Esporte serve de inspiração para pessoas que querem mudar a visão de como a sociedade as enxerga e tudo através do esporte. O esporte ou o foco em qualquer coisa que traga a pessoa para a realidade é uma maneira interessante de como dependente químico é visto pela sociedade de modo a transformar essa visão.

Diogo Rodrigues, morou em um bairro carente. Tinha acesso às drogas, e desde os 13 anos fazia o consumo de maconha e cocaína. Ao longo do tempo, se envolveu com crimes para sustentar o vício, morou nas ruas, até que conseguiu internação em uma clínica.

A partir daí, Digo tinha um amigo que o apresentou para o jiu-jitsu para o distanciar das drogas. Foi estranho no começo, mas cada vez mais o rapaz se envolveu com o esporte. Ao longo já estava frequentando aulas e se dando bem, então fez uma permuta. Trocou as drogas pela vida e pela paixão por jiu-jitsu.

Grupo Braços Abertos mudando desmarginalizando vidas

Cada um tem seu tempo, cada um enxerga a vida de uma maneira, mas o mais importante é se distanciar das drogas. O Grupo Braços Abertos tem ajudado centenas de famílias a transformarem a realidade dos usuários de drogas. Mudando e desmarginalizando as vidas que antes eram consideradas perdidas. Entre em contato com um de nossos agentes e peça ajuda, você se surpreenderá com os resultados.

Compare listings

Comparar

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.