Top bons hábitos que ajudam a evitar recaídas nas drogas

bons hábitos que ajudam a evitar recaídas

Essa não é uma matéria informativa nem nada do gênero, muito pelo contrário, ela é baseada na recuperação de um dependente químico que, através de bons hábitos que ajudam a evitar recaídas, se recuperou.

A gente sabe que usar droga é complicado, e que além de tempo de vida, demanda dinheiro e saúde. O usuário não percebe o quanto está ficando sem saúde, sem dinheiro, sem amigos, sem nada.

E quando ele percebe, já é tarde demais. Ou precisa de intervenção, ou internação ou até outras medidas mais radicais para melhorar.

Mas esse não é o tema de hoje, falar sobre drogas já tá ficando chato na internet. O papo é reto aqui e sobre recuperação além dos bons hábitos que ajudam a evitar recaídas. 

Então, se você usa alguma coisa e não consegue largar, esse artigo é para você!

5 bons hábitos para você evitar recaídas

Quando a gente usa droga, a gente não percebe, mas acaba adaptando a rotina para fomentar o uso. 

Às vezes uma atividade física vai embora, assim como as reuniões em família, a saída com os bons amigos, o passeio com o cachorro, brincar com os filhos e etc.

Quando isso começa a acontecer, provavelmente já estamos nos moldando ao que a droga mais anseia, o isolamento e a falta de interesses por coisas legais e boas da vida.

Tá, você já deve ter percebido isso, mas como mudar realmente começar a traçar um caminho para recuperação mudando os hábitos? Bom, aqui vão algumas dicas que eu mesmo utilizei na minha vida para me recuperar, veja-as.

Pratique o bom isolamento

Quando você se isola para usar droga, literalmente está ficando mais distante de quem você ama para ficar perto do que não presta. 

Mas e se você fizer o oposto, mas mantendo o isolamento? Se isolando da droga e ficando em casa com a sua família?

Isso funciona, pode parecer estranho, mas ajuda. Um bom exemplo é que ao invés de você sair correndo comprar a sua substância de escolha, você dê um tempo em casa com sua família.

Veja Netflix, Youtube, jogue um joguinho de celular, baralho, ou qualquer coisa que desvie a sua atenção e intenção de querer sair para usar. Isso, já no início, pode ajudar bastante, e ainda te mantém protegido.

Faça exercícios físicos

Os exercícios físicos para quem é dependente químico é um dos principais dos bons hábitos que ajudam a evitar recaídas. 

Atividade física cansa, mas é um cansaço legal. Pois seu corpo libera serotonina, endorfina e vários outros hormônios que fazem bem para corpo e mente.

Assim, escolha alguma atividade que você goste. Você pode começar com caminhada, depois corrida, academia, muay thai ou natação.

Tenha uma boa alimentação

A boa nutrição também é crucial para ajudar a minimizar os danos do uso das substâncias químicas. Comer bem não significa comer muito, mas na dose certa. 

Isso é difícil porque quando deixamos de usar, provavelmente a ansiedade bate e, normalmente, descontamos na comida.

Uma rotina alimentar pode ajudar você, mas nela devem estar inclusos: proteína, verdura, vegetais, carnes, frutas, chás e outros. Assim, caso você tenha ansiedade, comer fruta nos intervalos das refeições pode ser melhor do que comer algo doce.

Reúna-se com os bons amigos

Os bons amigos também são uma excelente rede de apoio! Sabe aqueles amigos que você é confidente? Então, esses são os bons amigos. Eles não te julgam, mas querem ajudar você a ter sucesso! Ahh, e são poucos tá, só para avisar! 

Você pode ter milhares de amigos nas redes, ou sair sempre com uma galera, mas estudos dizem que os bons amigos se contam em uma mão

Aprecie as coisas boas da vida

Sabe aquela tia que só reclama na família e ninguém gosta? Então, não seja ela! Aprecie as coisas boas da vida, mesmo se os problemas aparecerem.

Às vezes você pode achar que está na pior, mas ao invés de se lamentar, tente achar uma solução. Ou troque ideia com algum amigo para ele te ajudar. 

Além disso, valorize aquela caminhada, passeio no parque, sentar na praça e tomar um sorvete olhando as árvores, um passeio com seu cachorro ou faça a ligação para um amigo que você sente saudade.

Esses pequenos prazeres, podem ajudar você a entender que na vida a gente tem que ser feliz com o que tem em mãos. 

Hábitos perigosos que você não pode ter para se recuperar

Agora que você já sabe sobre os bons hábitos que ajudam a evitar recaídas, saiba que existem outros hábitos comuns que podem ajudar você a recair, veja a lista a seguir:

  • resistir a mudança de hábitos ruins para bons;
  • continuar andando com pessoas que usam drogas;
  • compensar a sua ansiedade com coisas ruins;
  • não fazer um acompanhamento da sua recuperação;
  • não tomar a medicação corretamente;
  • não fazer terapia;
  • não participar grupos de apoio;
  • não praticar atividade física;

Esses são os principais hábitos ruins que podem fazer parte do seu processo de recaída. Se algum desses hábitos você ainda pratica, atente-se! Você pode recair!

Bons hábitos que ajudam a evitar recaídas nas clínicas GBA

Conhecer os hábitos ruins, além dos bons hábitos que ajudam a evitar recaídas é importante porque partimos do pressuposto da mudança.

Mudar é necessário, mas não só para quem usa drogas. A gente sabe que na vida é preciso se reinventar ao longo dos desafios e jornadas. 

Por isso, se você sentir que está difícil mudar de vida, saiba que o Grupo Braços Abertos é uma excelente clínica para o tratamento de pacientes masculinos e femininos dependentes de álcool e drogas. Você pode se cuidar aqui⬇️

Para mais informações importantes sobre a internação no Grupo Braços Abertos, fale com um de nossos terapeutas via WhatsApp clicando aqui. Estamos prontos para te ajudar

Mensagem de adicto para adicto – Renan Rugolo Ré

Renan Rugolo Ré

E aí, tudo bem? Gostou do meu artigo? Eu sou o Renan, adicto à recuperação e trabalho como redator do Grupo Braços Abertos. Passei mais de 10 anos da minha vida perdido na cocaína e foi simplesmente muito difícil. 

Mas nada que uma boa chacoalhada na vida em 3 clínicas para eu entender que o poder da mudança vem de dentro.

Demorou muito para eu entender que as clínicas são apenas um meio de nos ensinar como a vida é bela e como nós somos importantes.

Além do mais, a única pessoa que pode brilhar ou ficar apagada em nossas vidas, somos nós mesmos. E muita das vezes as coisas não acontecem por conta do destino, mas pelas nossas atitudes.

Espero que você tenha gostado da matéria. E se ainda estiver usando e quiser descobrir como eu fiz para parar, me manda um email. Ah e é grátis! Só colocar no assunto“Vi no Blog do Grupo Braços Abertos sua Matéria” que respondo.

Abração aí, sucesso na sua Recuperação! 

AUTOR: Renan Rugolo Ré

AUTOR: Renan Rugolo Ré

Analista de Conteúdo | Desenvolvimento SEO on/off page

Artigos Relacionados

Contato

Últimas Notícias

Cidades

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Rolar para cima