A legalização da maconha no Brasil: solução ou problema?

A legalização da maconha no Brasil

A cannabis sativa nunca esteve tão em alta, mas a discussão se a legalização da maconha no Brasil será uma solução ou problema ainda continua. Com taxas de dependência entre 10% além do THC estar aumentando consideravelmente por conta do seu modo de cultivo, ainda é um perigo falar que estamos preparados para o uso recreativo legalizado.

Mas mudar essa realidade com a PL 399/15 é uma forma de transformar a visão da justiça sobre o crime de plantar maconha com fins medicinais e de pesquisa. O projeto é interessante e está em alta pois está tramitando na Câmara. Confira nesta matéria do Grupo Braços Abertos tudo sobre a maconha em 2022.

Por que a maconha está tão em alta?

Existem algumas questões que deixaram a Cannabis sativa em evidência nesse período pós pandemia. O primeiro deles foi o aumento no consumo e no número de usuários, em seguida as descobertas sobre o lado bom da planta e o substrato CDB, benéfico para várias doenças. Em terceiro lugar, o número de países que legalizaram a maconha aumentou, de 8 para 9.

Esses fatores contribuem para que a planta seja amplamente pesquisada, além de questões sociais sobre o processo de legalidade dela em território nacional. Mas será que a legalização da maconha no Brasil será um problema ou solução? Antes de darmos uma resposta final para essa matéria do Grupo Braços Abertos, vamos abordar o lado bom e lado ruim da Cannabis, além de adentrarmos em questões sociais sobre a droga no Brasil.

O que é THC?

Composto chamado de tetra-hidrocanabinol, popularmente mais conhecido como THC, é o responsável pela vibe da maconha. Ela é encontrada em todas as partes da planta, especialmente em sua forma natural nas flores e resinas. Contudo a sua concentração pode variar dependendo do solo, clima, época de colheita, tipo de plantação e cultivo, além de colheita.

Dos alucinógenos da planta o THC é o mais potente e seus efeitos modificam a atividade cerebral, perturbando o sistema nervoso central. Fazendo com que o usuário tenha delírios e alucinações, além de se sentir relaxado.

A maconha está ficando mais forte, potente e viciante

O uso recreativo é ilegal nos EUA para menores de 21 anos, mas produtos com alto teor e taxas de THC estão mais acessiveis levando adolescentes a relatar vício, vomitos e psicose. Em matéria da Folha de São Paulo, a concentração desse tipo de cannabis é altamente potente e os níveis de THC estão em torno de 17%. Bem superiores aos comuns onde a concentração é de apenas quatro por cento. Porém, os desenvolvedores de produtos a base do THC da planta conseguiram uma concentração de 95% desse substrato, algo extremamente prejudicial para a saúde e altamente viciante.

O que é CDB?

Em contrapartida, o Canabinol (CDB) é uma molécula ativa encontrada na cannabis que inclui tanto a maconha quanto o cânhamo. Ao contrário do THC que dá a brisa, o CDB pode ser um poderoso agente regulador do SNC além de ser altamente eficaz contra alzheimer, convulsões, parkinson, demência, ansiedade, agitação, irritabilidade, irritação na pele, dermatites e outros.

Países que legalizaram a maconha

Em 2018 dois novos países legalizaram a maconha como uso recreativo, a Geórgia e a África do Sul. No primeiro as penalidades criminais sobre o uso da maconha foram eliminadas, além de introduzir uma legislação que permite a exportação da erva. Em março de 2021 o méxico também aderiu ao uso recreativo privado de cannabis por adultos. Ao todo hoje no mundo os países em que usar cannabis não é crime são:

  1. EUA

  2. Holanda

  3. México

  4. Georgia

  5. África do Sul

  6. Uruguay

  7. Jamaica

  8. Portugal

  9. Canadá

Dá pra legalizar a maconha no Brasil?

Em 2021, depois de seis anos de tramitação, o PL 399/15 entrou na pauta do Congresso Nacional. Ele visa autorizar o uso da cannabis para fins medicinais e científicos. Assim, especialistas debatem a legalização da maconha no Brasil, mas essa PL não descriminaliza o uso recreativo. Ou seja, não está liberada em sua totalidade para consumo pleno na sociedade, de modo que você não vai poder fumar na rua ou comprar em pontos específicos.

A PL 399/015 busca legalizar o cultivo dessa planta no país exclusivamente para fins medicinais, científicos, veterinários e industriais. Com a aprovação de medidas que viabilizem o desenvolvimento de medicamentos à base de princípios ativos da cannabis. Isso reduziria o custo de importação em diversos setores, além de incentivar pesquisas científicas sobre a planta.

O Brasil ainda é um país que, por mais que seja proibido o porte, consumo e distribuição de muitas das drogas em seu território, ainda tem diversos problemas de violência e tráfico relacionados a entorpecentes. Não é liberando assim de uma hora para outra que tudo se resolveria. Ainda precisamos de uma política antidrogas incisiva no combate à sua venda e consequentemente, uma demanda menor, o que não é o caso. A legalização da maconha para uso recreativo na situação atual, ainda seria um grave problema.

Taxas de dependência de maconha são altas no país inviabilizando a legalização de uso recreativo

São 7,7% dos brasileiros que usaram maconha pelo menos uma vez segundo o levantamento nacional e segundo pesquisa da Fiocruz publicada no portal Agência Brasil. Cerca de 17 mil pessoas com idades de 12 e 65 anos foram entrevistadas entre maio e outubro de 2015, dados levantados que levaram ao resultado já esperado pelos cientistas. Além disso, estima-se que o vício em maconha ainda é incerto, mas os números sugerem ao menos 10% de taxa de dependência.

Grupo Braços Abertos no tratamento dos dependentes de cannabis.

O Grupo Braços Abertos – Reabilitação Humana, é especializado no tratamento de dependentes químicos e alcoólatras. Possuímos mais de 10 anos de experiência no segmento de recuperação humana além de 100 unidades disponíveis para você escolher a que mais lhe atende..

Temos resultados comprovados com milhares de pacientes recuperados em todos os sentidos, sendo referência no combate e reabilitação da dependência química e alcoolismo.

Com uma organização especializada no direcionamento e auxílio para internações e tratamentos, auxiliamos familiares e pacientes.Estamos presentes em várias cidades do Brasil, atendendo ao público masculino, feminino, idosos e adolescentes, com base no direcionamento em mudanças comportamentais, emocionais, espirituais e físicas.

AUTOR: Renan Rugolo Ré

AUTOR: Renan Rugolo Ré

Analista de Conteúdo | Desenvolvimento SEO on/off page

Artigos Relacionados

Contato

Últimas Notícias

Cidades

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Rolar para cima